Como dizer não no trabalho: uma habilidade útil (e necessária)

How to say no at work

Conhece este filme? Você está atolado de projetos até o pescoço. Apesar disso, seu chefe bola uma nova iniciativa e pede para você liderá-la, sabendo muito bem que você já tem coisa demais para fazer.

Você ignora os avisos ensurdecedores na sua cabeça e, para sua própria surpresa, aceita a tarefa extra.

Por quê?

Como dizer não no trabalho pode lhe ajudar nessa situação?

Talvez você goste de agradar as pessoas, mas há algumas razões psicológicas que explicam por que você sempre topa ajudar alguém no trabalho, ou melhor, por que você não aprende a dizer não, mesmo quando já tem muita coisa para fazer.

Vamos aos fatos.

Existem evidências científicas para a busca por aprovação

Apesar de parecer auto-sabotagem, nossa natureza foi feita para dizer sim a pedidos, mesmo sem querer. É culpa da natureza humana essa necessidade constante de agradar outras pessoas.

Isso acontece porque, de acordo com a evolução, era positivo que os seres humanos vivessem, caçassem e trabalhassem juntos em grandes grupos. Andar em grupo aumentava as chances de sobrevivência: dava para compartilhar recursos, dividir a comida e encontrar com mais facilidade sua “cara-metade” (no contexto dos casais da época).

Como resultado, os seres humanos (mesmo na época dos hominídeos) aprenderam a adotar comportamentos favoráveis a uma dinâmica de grupo. Se alguém fosse visto como hostil ou agressivo, tinha o risco de ser isolado do grupo e, consequentemente, dos recursos compartilhados.

E adivinha só qual característica humana “favorável” foi desenvolvida para que o grupo sobrevivesse? Todo comportamento que resulta na aprovação de outras pessoas.

como dizer não no trabalhoFonte da imagem

Atitudes que demonstram uma necessidade de aprovação fazem parte do comportamento humano moderno.

É por isso que você não sabe como dizer não no trabalho para o seu chefe: sua própria essência foi programada para agradar as pessoas, pois a aceitação é vista como um mecanismo de sobrevivência. Recusar pedidos faz você pensar que as pessoas terão uma impressão negativa de você, então você não sabe como dizer não.

Razão 2: Você subestima seu volume de trabalho

Não é apenas a teoria da evolução que sobrecarrega seu trabalho. É uma questão de olho gordo, também — ou, em termos científicos, um viés cognitivo chamado falácia do planejamento. Várias pesquisas confirmam que os seres humanos são extremamente otimistas quanto ao tempo que levam para completar tarefas.

Em um experimento, alunos tinham que estimar a data de conclusão de um projeto. Na média, eles erraram a data por surpreendentes 30 dias de antecedência.

A falácia do planejamento também pode ser atribuída às acrobacias mentais que você faz quando seu instinto evolutivo, mencionado anteriormente, não vê a hora de dizer sim para um pedido, apesar de toda evidência que recomenda aprender como dizer não no trabalho. Pode ser algo como:

“Bom, tudo bem dizer ‘sim’ neste caso porque só tenho umas 4-5 coisas para fazer, e são super rápidas”.

Infelizmente, a ciência indica que você pode estar se enganando com essa estimativa.

E os itens na sua lista de afazeres continuam sendo adiados para o dia seguinte. Como saber dizer não pode ajudar?

Dizer sim é, na verdade, dizer não (àquilo que importa)

A realidade – que talvez você não perceba — é que dizer sim a outro projeto significa que você está efetivamente colocando em prática como dizer não (no trabalho) às tarefas que já precisa fazer. Quando você diz sim a algo novo, não está pensando no impacto que isso vai ter no trabalho que já está na sua lista.

Steve Jobs, executivo altamente bem-sucedido e perspicaz, resumiu o conceito de que “o verdadeiro foco é alcançado ao saber como dizer não no trabalho” quando explicou para um funcionário insatisfeito, na Conferência Mundial de Desenvolvedores da Apple, por que ele decidiu eliminar um projeto que esse funcionário tinha passado vários meses desenvolvendo:

De fato, concentrar-se no que importa e não apenas no que está na nossa frente é a chave para se ter um volume de trabalho mais coeso e, por fim, um resultado final melhor.

Não apenas isso, mas você precisa estar consciente do seu próprio gerenciamento de tempo. Toda vez que você disser sim a um projeto novo, você também pode estar dizendo não para algo na sua própria vida pessoal. Você vai precisar trabalhar horas extras, cancelar compromissos à noite ou momentos com a família?

Então, como o fato de saber tudo isso ajuda você a controlar os pedidos e focar nas tarefas que precisam da sua atenção? Aqui estão alguns parâmetros para levar em consideração para ajudar você a lutar contra o desejo de dizer sim, aprendendo como dizer não no trabalho.

De fato, concentrar-se no que importa e não apenas no que está na nossa frente é a chave para se ter um volume de trabalho mais coeso e, por fim, um resultado final melhor.

O conceito DOC para saber como dizer não no trabalho

Da próxima vez que apresentarem para você um pedido novinho em folha, com o potencial de tomar seu tempo, use o parâmetro DOC para avaliar se vale a pena:

D. Distração do dia a dia: Primeiramente, o pedido novo vai ser uma distração das suas responsabilidades normais do trabalho? Considere se o pedido pode ser um complemento às tarefas que você já está fazendo ou uma distração completa, como outra iniciativa.

Lembre-se de que as distrações, principalmente as que nos forçam a trocar de contexto, não fazem nada de bom para seu estado cognitivo e sua habilidade de terminar as coisas na lista.

O. Objetivos (ou OKRS) relacionados: Muitos times estabelecem metas anuais ou trimestrais como uma maneira de alinhar objetivos mais elevados às tarefas individuais que cada membro do time está fazendo.

Alguns exemplos de objetivos de longo prazo podem ser: “Aumentar o fluxo no site em X%” ou “Desenvolver um portal do cliente para obter feedback direto”. Projetos individuais e suas funções do dia a dia deveriam estar na categoria dessas iniciativas para que seu trabalho afete diretamente o negócio (e então seja um benefício para sua carreira, também).

O pedido novo caberia em um dos objetivos? Se sim, pode valer a pena, mesmo se for uma potencial distração das coisas do dia a dia. Se não encaixar com qualquer objetivo, o pedido pode ser recusado.

C. Considere o lado positivo: Se o pedido não fizer parte de um objetivo, tem algum outro lado positivo na situação? Talvez você esteja buscando fazer uma transição para novas responsabilidades, e essa nova tarefa vai ajudar a demonstrar essa intenção.

Aceitar fazer favores para melhorar relacionamentos pode ter seu lado bom, e, no fim das contas, nossa genética nos predispõe a fazer isso. Porém, tome cuidado para não cair no caminho autodestrutivo de querer agradar as pessoas.

Também pergunte-se: Vou aprender algo? E sempre se lembre: Se não tem lado positivo, por que fazer?

Esses parâmetros podem ajudar sempre que você sentir pressão para aceitar fazer algo e não se lembrar de motivos para recusar o pedido, mesmo já sentindo que deve dizer não. Lembre-se de que não tem problema querer agradar, mas só se isso não colocar em risco o seu próprio bem-estar e a sua produtividade.

O poder de aprender a dizer não traz liberdade, e quanto mais exercemos esse direito, mas à vontade nos sentimos. É só saber como dizer não.

Seja algo negativo ou positivo, adoraríamos ouvir o que você acha. Escreva para atendimento@trello.com.

Leia mais: Como melhorar sua produtividade pessoal com 4 quadros do Trello