<img height="1" width="1" style="display:none;" alt="" src="https://dc.ads.linkedin.com/collect/?pid=44935&amp;fmt=gif">

7 dicas de carreira para ganhar muita influência no trabalho

dicas de carreira

À medida que fui alcançando meu crescimento profissional, ficou cada vez mais claro a importância de saber gerenciar quem estava acima de mim. Porque, em essência, não se trata apenas de como você interage com essas pessoas. É muito mais do que isso.

Trata-se de ter controle e fazer seu próprio gerenciamento de carreira, independentemente do seu cargo ou do seu nível dentro da empresa. É não deixar que outras pessoas ditem como será a sua carreira.

As habilidades usadas para esse tipo de gerenciamento não servem apenas para a relação entre gestão e funcionários. Elas também são dicas de carreira incrivelmente valiosas para lhe ajudar a aprender como ser um influenciador no trabalho e como crescer na carreira.

Porque ao se tornar influente, é você que as pessoas vão procurar para receber conselhos. Elas realmente irão valorizar a sua opinião e verão você como uma referência, mesmo que você não esteja em uma posição de autoridade.

Ao longo dos anos, eu descobri que as dicas de carreira a seguir realmente funcionam quando o assunto é se tornar uma liderança “informal” e respeitada no local de trabalho. Eu convido você a dar uma chance a elas.

Aqui vai um brinde à arte de ganhar muita influência! (E tudo isso sem ter que criar um canal no YouTube e conseguir 2 milhões de seguidores fiéis!) 

Dicas de carreira para ganhar influência na sua empresa

Antes de avançarmos, quero esclarecer uma coisa. 

Não perca tempo com coisas que você não pode controlar. Concentre-se apenas naquilo que você pode. Qual a primeira e mais importante delas? O seu trabalho.

Antes de fazer qualquer outra coisa, certifique-se de que você está absolutamente arrasando no seu trabalho. 

como crescer na carreira
“Ser bom em seu trabalho é um dos elementos básicos da influência”, explica o escritor de livros de negócios e co-autor do The Complete Idiot's Guide to Business Plans, Gwen Moran.

“Isso passa a mensagem de que você é confiante e capaz para as pessoas ao seu redor. Não fazer isso prejudica sua influência e torna mais difícil para as pessoas confiarem em você.”

Sem confiança, não há influência. E, para começar, você precisa fazer muito bem o seu trabalho. Agora que já resolvemos essa parte, vamos passar para outras dicas de carreira que você pode aplicar.

1. Alinhe-se com os objetivos da sua empresa

É o seguinte: você quer ser uma boa e não uma má influência. Certo? Sim. Espero que sim. (Se não, este post realmente não é para você. Mas foi bom enquanto durou!).

Saber como ser um influenciador dos bons significa orientar as pessoas na direção certa, o que quer dizer que você precisa entender a fundo os objetivos da empresa e as razões por trás deles.

Se não fizer isso, pode acabar tirando as pessoas do caminho e levando-as para a Floresta Proibida. ☠️ E então elas podem pensar que você está ou muito confuso, ou tentando sabotar a empresa (que feio!). Nenhuma dessas opções são resultados desejáveis.

Se você realmente não sabe ao certo a missão pela qual sua empresa está trabalhando, ou o porquê, agende um horário com a gerência para perguntar. Você pode até marcar um horário com pessoas em cargos executivos para entender a perspectiva da liderança. Assim que tiver uma melhor compreensão, certifique-se de que todas as decisões que você tomar ou sugestões que der estão apontando para a direção certa.

2. Aprenda a ouvir — E a escutar ativamente! 👂

Acredite ou não, liderar e saber como gerenciar uma equipe de trabalho não equivale a monopolizar a conversa e falar super alto. Se é isso que você fazer, comece seu próprio podcast. (Afinal, todo mundo tem um —eu inclusive!)

gerenciamento de carreira
Não, quando o assunto é ter influência e saber como crescer na carreira — especialmente quando seu cargo não o rotula como líder — você precisa ter bons ouvidos.

Pesquisadores da Universidade de Columbia descobriram que “as tendências auditivas das pessoas estão positivamente relacionadas à influência, além do impacto da expressão verbal”.

E, sim, falar continua sendo importante. Você não pode influenciar as pessoas sem nunca falar — a menos que seja telepático. Mas o que você diz se torna ainda mais poderoso quando você também sabe ouvir. 

Saber ouvir faz com que as pessoas confiem em você, o que significa que elas estarão mais propensas a se abrirem, compartilharem preocupações, ideias e ouvir o que você tem a dizer. 

Você não tem certeza se sabe ouvir bem? Vamos rever algumas habilidades chave de escuta ativa:

  • Manter contato visual: Não, você não precisa olhar para as pessoas fixamente e sem piscar (o que é assustador, além de um pouco impossível) e sim, seus olhos podem se desviar algumas vezes. Aliás, isso é natural. Só não cochile ou se distraia com tudo o que está acontecendo à sua volta.

  • Faça perguntas e peça esclarecimentos: isso mostra que você está se empenhando para entender o que as pessoas estão tentando dizer e por quê. Você disse que não se sentia confortável com a apresentação. Que aspectos não estavam bons para você? O que você gostaria que fosse diferente?

  • Não interrompa as pessoas ou complete suas falas: elas vão se sentir pressionadas e você provavelmente estará fazendo só suposições. Além disso, você pode perder informações valiosas se quiser preencher as lacunas por si só.

  • Mostre que você está ouvindo: use tanto os sinais não-verbais, como acenar com a cabeça, quanto sinais verbais afirmativos, como “mmhmm”, “sim” e “Ah, sério?”

como ser um profissional de sucesso

3. Crie conexões profundas

Eu não costumo me gabar, mas neste caso eu vou contar uma história pessoal porque acho que é um conselho valioso. 🎺 No meu último trabalho, meu chefe disse que minha maior qualidade era ser uma pessoa conectora. Isso me ajudou a ficar mais visível no campus (eu trabalhava em uma universidade) e a trazer mais visibilidade ao nosso departamento como um todo.

Esta é uma qualidade da qual me orgulho. Eu me esforço para me conectar em um nível pessoal com quase todas as pessoas que conheço. Com algumas, a conexão é algo simples, como perguntar a respeito daquele artigo sobre tênis que estava na sua mesa. Ela jogava tênis? Com outras, a conexão virou um café semanal no qual falávamos das nossas queixas pessoais e profissionais. 

Tenho quase certeza de que essa é a razão pela qual tantas pessoas vieram até mim para perguntar sobre o que estava acontecendo no nosso departamento e porque ninguém da chefia do campus hesitou quando eu fui líder do comitê em que faziam parte.

“Um número crescente de pesquisas sugere que o caminho para saber como influenciar, liderar — e como ser um profissional de sucesso — é começando com cordialidade. A cordialidade é o canal para a influência: ela facilita a confiança, a comunicação e a absorção de ideias,” explica a psicóloga social Dr. Amy Cuddy, Diretor de Comunicação da KPN, John Neffinger, e Matthew Kohut, coator de Compelling People: The Hidden Qualities That Makes Us Influential. 

Quando surgiu a proposta do comitê, eu era relativamente nova no trabalho. 

Mas as pessoas confiaram em mim porque eu fui cordial. Em outras palavras, eu era simpática. E embora pareça algo da fase de adolescência, simpatia é importante. Na verdade, um estudo descobriu que as chances de ser um líder eficaz são cerca de 1 em 2000 se a pessoa não é apreciada pelas demais

E aqui vai a boa notícia: simpatia não significa mudar quem você é. 

Afinal, nós não estamos mais no ensino médio. Embora eu prefira tomar café com as pessoas porque eu amo café e amo conversar, uma coisa não precisa estar relacionada à outra.

"Mesmo alguns sinais não verbais — um aceno de cabeça, um sorriso, um gesto aberto — pode mostrar às pessoas que você aprecia a companhia e valoriza as preocupações delas," escrevem Cuddy, Neffinger e Kohut.

4. Preencha as lacunas

Coisas boas acontecem quando você sabe ouvir e se esforça para se conectar com as pessoas.Você vai começar a aprender sobre as lacunas e interseções que existem na sua organização. Ambas oferecem a oportunidade para você se destacar e ir além.

Em todas as empresas, mesmo nas grandes, existem lacunas. 

Se fossem preenchidas, essas lacunas poderiam trazer mais sucesso e produtividade na empresa. E se tiver as habilidades necessárias, descubra como você pode preencher essas lacunas, mesmo que não seja o “seu trabalho”.  

Parte do aprendizado de como ser influente é se destacar—afinal, como você pode influenciar as pessoas se elas nem sabem que você está lá? E uma das principais dicas de carreira para se destacar é ajudar onde é necessário e pensar em soluções para áreas deficientes.

As pessoas podem lhe enxergar como alguém que cria mudanças e que está — aham — alinhada com os objetivos da empresa (parece familiar?) e que tem os melhores interesses da organização em mente. Sua habilidade de influenciar vai disparar

como ser um influenciador no trabalho

5. Busque as partes interessadas

Quer você esteja trabalhando em algo da sua job ou preenchendo uma lacuna, você precisa ter as pessoas do seu lado.

Especificamente, as partes interessadas — as pessoas que têm um interesse em seu projeto — não verão apenas valor nele, como também poderão lhe ajudar a alcançar a linha de chegada.

Por exemplo, eu trabalhei em uma força-tarefa contra o uso de álcool na universidade. De forma alguma eu conseguiria, sozinha, impactar positivamente o comportamento de milhares de estudantes. Eu precisei da ajuda de outras pessoas influentes— o diretor médico, o reitor dos estudantes, a equipe da vida universitária e muito mais.

Mapeie seu projeto identificando cada um dos objetivos. Depois, descubra quem em sua empresa precisa estar envolvido ou ciente das atividades.

Por exemplo, você está lançando um nova funcionalidade para um produto que os clientes devem conhecer? Então você certamente deve ter um tomador de decisão da equipe de marketing a bordo. Prepare o seu pitch, descreva de forma sucinta o propósito e a importância do seu projeto e, em seguida, entre em contato com eles.

E, claro, algumas das partes interessadas, como um CFO, podem estar muito ocupadas. Há alguém próximo a eles, alguém da equipe, que possa ajudar? 

O presidente do grêmio, por exemplo, sempre tem uma agenda cheia. Então, a assistente foi às reuniões do comitê em seu lugar. Ela o manteve informado durante os encontros e ele comparecia às reuniões quando podia.

Você não precisa exercer toda a influência sem a ajuda de ninguém. Construa o seu círculo de influência (lembre-se: seja cordial, faça conexões) e deixe que as pessoas lhe ajudem. Isso vai ajudar você a ter visibilidade e ganhar apoio para suas ideias. Jogue uma pedra na água e deixe as ondinhas fazerem o resto do trabalho.

6. Seja coerente

Eu imploro que você seja um ser humano coerente em todas as áreas da sua vida. Por favor. Por favorzinho 

Porque, como diz o especialista em liderança transformacional, Gordon Tredgold “A inconsistência é um assassino de confiança.”

Compareça às reuniões. Se você agendar uma, não cancele a menos que você realmente precise. Se disser que vai fazer alguma coisa, faça. E faça dentro do prazo combinado. E, de longe, uma das coisas mais importantes a se manter consistência é a sua comunicação.

Se você está liderando um projeto, precisa manter as pessoas cientes do andamento. Caso contrário, esse projeto vai se tornar uma bagunça e pode simplesmente desaparecer. Um quadro mestre do Trello é uma ótima forma de criar um fluxo de trabalho para evitar isso. 

Crie um quadro e marque todos as pessoas envolvidas (use o kit de ferramentas do Trello). Você pode concentrar todas as atualizações e documentos relevantes no quadro para que as pessoas não tenham que ficar consultando seus e-mails toda hora. 

dicas de carreira

Você também pode programar algumas notificações para si no Trello, para fazer a gestão de prazos em projetos e se lembrar de atualizar as pessoas envolvidas. Por exemplo, todas as quartas-feiras ao meio-dia, você seria notificado para adicionar um novo “cartão de atualização”, descrever o progresso e pedir às pessoas principais que consultem o quadro.

Mesmo que nada de novo tenha acontecido, você deve mantê-las informadas sobre o status do projeto. Sim, ainda estamos aqui! Ainda esperando o aval do departamento jurídico. A gente se vê na próxima semana!

E como um extra— gerenciar um projeto não é apenas sobre dizer aos outros o que fazer. Claro, saber como delegar tarefas é parte disso, mas também é importante fazer perguntas à sua equipe, pedir orientação e levar a sério a contribuição que dão.

Manter as partes interessadas atualizadas é uma boa estratégia, mesmo que você não tenha um projeto entre departamentos acontecendo. 

Uma gerente de mídia social com quem trabalho envia uma atualização semanal da equipe todas as segundas-feiras. Ela informa seus colegas sobre as tendências das mídias e as estatísticas das redes sociais da empresa. Ela não espera que as pessoas a respondam, e faz isso por conta própria. Mas, toda semana, ela está mostrando seu rosto (bem, seu endereço de e-mail) para as outras pessoas. Se alguém tiver alguma pergunta sobre redes sociais, saberá exatamente com quem falar!

7. Busque positividade

Porque ninguém quer almoçar com uma pessoa rabugenta. 

É sério. Se você for a negatividade em pessoa na maior parte do tempo, ninguém vai querer estar à sua volta. Você pode até influenciar as pessoas, mas não da maneira que deseja. Sua influência será a de puxá-las para baixo, assim como faz com você mesmo(a) (uau) ou a de afastá-las para o mais longe possível. 

Não estou dizendo que você deve se comportar de modo falso. Também não estou dizendo para você fingir que ninguém tem defeitos e que sua empresa não tem problemas (porque essa empresa não existe).

O que estou dizendo é, busque a positividade. Quando você identificar um problema, tente se concentrar no lado bom ou trazer uma solução construtiva (armar um esquema para demitir alguém não conta).

Seja uma boa companhia, alguém com quem as pessoas gostam de estar — ou pelo menos não as afaste —e seja a pessoa que ajuda colegas a terem positividade, não aquela que arrasta as pessoas ainda mais para baixo.

Como crescer na carreira

Resumindo: Você não precisa do título de “gerente” ou estar na diretoria para ser um profissional de sucesso. Se você quer saber como crescer na carreira, tente construir sua influência usando essas 7 dicas de carreira brilhantes!

Busque o alinhamento com a empresa, conecte-se com pessoas em um nível pessoal, seja confiável, tenha proatividade e, por favor, saiba como ter atitudes positivas no ambiente de trabalho

Vai dar trabalho, mas depois de um tempo vai se tornar parte da sua natureza. E quando isso acontecer, você estará bem à frente no seu caminho para ser uma pessoa influente e que os outros se lembrarão de uma forma positiva. 

Além disso, todo esse trabalho aumentam as suas chances de ganhar aquela próxima promoção. Uhul! 🚀


Traduzido e localizado com amor por Mathias Luz.

Seja algo negativo ou positivo, adoraríamos ouvir o que você acha. Escreva para atendimento@trello.com.

Leia mais: Como crescer profissionalmente: pare de sabotar sua carreira