Exercícios para a criatividade: mostre novos caminhos ao seu cérebro

“A criatividade é a inteligência se divertindo.”

Conhece o autor dessa frase? Ninguém menos que Albert Einstein.

Seja nas ciências, nas artes ou nos negócios, ser criativo é uma habilidade essencial para qualquer ocasião.

Aquele que tem uma solução inovadora para um problema ganha destaque onde estiver.

Mas como ser criativo? Existe uma fórmula mágica?

Segundo um estudo de Scott Barry Kaufman, pessoas criativas têm o hábito de se divertir em seu dia a dia e esse costume de cultivar o bom humor e brincadeiras pode revolucionar a maneira como nosso cérebro trabalha.

O segredo está em mudar os pontos de vista e tentar enxergar as coisas por outro ângulo, que é o que fazemos quando contamos uma piada.

Por isso, é essencial praticar exercícios para estimular a criatividade e ajudar nosso cérebro a perceber o outro lado das coisas. E se esses exercícios forem divertidos, melhor ainda.

É comum se pensar que existem pessoas que não são criativas.

Isso é um grande mito. Todos têm essa ferramenta disponível, bastando apenas um pouco de prática para despertar a criatividade e, como dissemos: alguns exercícios.

Fique por dentro dos 7 melhores exercícios que podem ajudar você a ser mais inovador em seu dia a dia.

7 exercícios para estimular a criatividade

exercicios para estimular a criatividade

1. Inversão de termos

Experimente pensar em uma história do cotidiano e inverter tudo. Por exemplo:

Ao acordar tomei café e lavei os pratos. Depois peguei o carro e fui para o trabalho.

Agora, pense em tudo ao contrário:

Ao acordar tomei os pratos e lavei o café. Depois, peguei o trabalho e fui para o carro.

Esse exercício ajuda a criar situações engraçadas e estimular o cérebro a sair do lugar comum.

Com isso, vão criar novas conexões, novos caminhos para seus neurônios, treinando seu cérebro a pensar de maneiras diferentes e fora do comum.

2. Explorar áreas diferentes

Um dos grandes incentivadores da criatividade como uma das habilidades essenciais no futuro, Murilo Gun, ensinou uma ótima técnica.

Tente ler revistas, blogs e reportagens de áreas totalmente diferentes da sua.

Não existem pessoas que não são criativas e sim pessoas com pouco repertório.

Ou seja, quanto mais combinações de conhecimentos diferentes você tiver, mais criativo ficará.

3. Manter um diário

Manter um diário, ou Journaling - em inglês -  significa registrar por escrito os acontecimentos do seu dia.

Ao escrever, você sintetiza as ideias. Dessa forma organiza os pensamentos e ideias que teve ao longo do dia.

Depois, quando precisar de inspiração, basta recorrer a esse material e conseguir vários insights.

Achou esse exercício pouco efetivo? Saiba que Richard Branson, fundador do Grupo Virgin, adota essa prática.

E mais, Walt Disney e Sam Walton (criador da rede Walmart) faziam algo parecido, só que no lugar de anotar, tiravam fotos de tudo que achavam criativo.

4. Conexões inusitadas

Um ótimo exercício para estimular a criatividade é unir objetos aparentemente sem ligação alguma.

Você pode separar imagens ou pegar objetos totalmente diferentes e juntar em uma caixa.

Depois, pegue dois aleatoriamente e a partir deles brinque de “cientista maluco” para ver o que poderia surgir dessa conexão inusitada.

Por exemplo: guarda-chuva e sapato = uma proteção de chuva para calçados...

Dessa brincadeira podem sair ideias bem estranhas, mas a intenção é praticar a criatividade de várias formas, as tais novas conexões cerebrais.

Um exemplo simples do que pode surgir dessa brincadeira: imagine pegar na caixa um patinho de borracha e uma imagem de uma sapato.

Quem sabe se não foi da união dessas duas ideias que surgiu o pé de pato, usado para mergulho?

5. Sem rascunho

Essa técnica ajuda a reunir todos os pensamentos iniciais sobre um tema que se queira abordar, acelerando a criatividade.

Pode ser um projeto para a empresa, um artigo, um livro, uma arte entre tantas opções.

A sugestão é que você escreva tudo que sabe sobre algum tema sem reler de imediato.

Ou seja, fazer anotações de tudo que conhece sobre o assunto, o que precisa descobrir e situações que lembrar no decorrer da prática.

Essa é uma forma incrível para acabar com o bloqueio criativo que muitos profissionais sofrem.

Ao acabar o rascunho, releia o que escreveu e selecione o que pode ser útil. Com isso, você já saiu da página em branco.

No fundo, é uma espécie de brainstorming de uma pessoa só.

6. S.C.A.M.P.E.R.

SCAMPER

Esse exercício para estimular a criatividade é um grande aliado para melhorar e expandir ideias.

Ele ajuda a visualizar diversos ângulos de um tema inicial e trabalhar para que ele possa ser entendido de uma forma completamente diferente e inovadora.

As letras explicam a técnica. Elas são:

  • Substituir: O que aconteceria se trocasse o item X pelo item Y?
  • Combinar: O que surgiria se unisse o projeto X ao projeto Y?
  • Adaptar: O que posso fazer para adaptar esse projeto a outros contextos?
  • Modificar: O que posso modificar para que esse projeto tenha mais valor?
  • Procurar usos diferentes: Quais utilidades novas posso dar a esse projeto?
  • Eliminar: O que posso retirar do projeto para que ele fique mais simples?
  • Reorganizar: Como posso reorganizar esse projeto para ser mais eficiente?

Com esse recurso é possível rever vários pontos de um trabalho inicial e aperfeiçoar essa ideia.

Quando realizado em grupo, é ainda mais efetivo.

7. Sonhador, Realista e Crítico

Essa é uma técnica de Programação Neurolinguística (PNL) utilizada por Walt Disney, um dos mestres da fantasia.

Esse é um ótimo exercício para estimular a criatividade, pois aborda visões de 3 partes diferentes de cada pessoa.

O processo é você submeter um tema inicial incorporando personalidades de  pessoas com formas de ver distintas: o Sonhador, o Realista e o Crítico.

  • Sonhador: dê asas a sua imaginação e crie o projeto mais ousado que puder. Não limite sua inventividade nesse momento.
  • Realista: analise o que é possível e realizável no plano. Veja quais ações devem ser tomadas para chegar ao resultado desejado.
  • Crítico: com o plano feito, crie todas as objeções que imaginar para o projeto. Pense em tudo que pode dar errado e desconstrua o plano.

Ao desenvolver ideias já pensando de uma forma diferente do que faria, você diminuiu suas inibições e autocríticas, pois é uma “personagem” que está sendo sonhadora, realista ou crítica.

Assim, as mais variadas ideias surgem e depois, ao se reunir o melhor de cada uma, logo, você terá um projeto bem mais organizado, criativo e com boa parte das  possíveis falhas já resolvidas.

Com esses 7 exercícios para estimular a criatividade você nunca mais falará que é uma pessoas sem ideias.

E já que começamos nosso texto com uma frase dele, nada mais adequado do que terminar também. Veja mais essa dica de Albert Einstein:

“O segredo da criatividade está em dormir bem e abrir a mente para as possibilidades infinitas. O que é um homem sem sonhos?”

Leia também: Dicas e ferramentas de como estimular a criatividade dentro de você