Produtividade na transformação digital: qual o caminho a ser seguido?

produtividade transformação digital

Implementar a transformação digital representa um ganho de produtividade nos negócios. Isso porque há diferentes medidas que podem ser adotadas por gestores, unindo a qualidade da tecnologia e as novas dinâmicas de trabalho, para fazer mais e melhor.

No entanto, muitas dúvidas podem surgir a respeito do caminho que deve ser seguido para atingir esse objetivo. Existe uma forma mais correta? Por onde começa a transformação digital? Existe alguma coisa que não pode ser deixada de fora?

Queremos te ajudar a criar suas próprias respostas para essas perguntas. Ao longo do conteúdo, com exemplos de ferramentas e funções importantes, mostraremos o que acreditamos ser essencial para implementar, de maneira efetiva, a transformação digital em seu local de trabalho.

Produtividade na transformação digital é inserir ferramentas para automatizar processos

Uma das muitas características relacionadas a essa transformação, no ambiente de trabalho, é a automatização de processos e tarefas desempenhadas pelas equipes.

A tecnologia já provou que pode tornar mais simples e rápida qualquer função potencialmente complexa: pagar contas, comunicar-se com pessoas de qualquer lugar do planeta, comprar produtos e avaliar sua qualidade, emitir passagens aéreas, montar um quarto de bebê, e muito mais.

No meio corporativo, pensando em cada um dos setores, como RH, Financeiro e Marketing, existem atividades específicas que podem ser automatizadas por meio de ferramentas digitais para trazer mais produtividade aos departamentos.

Vamos nos ater a essas três áreas como exemplo, já que elas representam os principais eixos de um negócio, para mostrar que, com os instrumentos adequados, existe um caminho para implementar a transformação digital.

A tecnologia e os recursos humanos

Pensando em uma atuação estratégica, o setor de RH, que cuida tanto de assuntos ligados à equipe de trabalho quanto de negócios, precisa estar incluído na transformação digital. Esse pode ser, inclusive, o começo de tudo.

Nesse sentido, devemos apontar para o recrutamento e seleção de pessoas, a comunicação interna, políticas de incentivo, treinamento e desenvolvimento. Por representarem as grandes áreas de atuação desse departamento e envolverem a empresa como um todo, a transformação, em cada uma delas, gera eficiência, inovação e crescimento.

Vamos a alguns exemplos de ferramentas que trazem mais produtividade às atividades do RH!

O Trello é um software de gerenciamento de projetos que conecta a equipe e integra informações, unificando a comunicação interna e criando canais potentes de interação entre todos os membros envolvidos em uma determinada tarefa.

Com ele, todo colaborador estará em uma mesma plataforma, trabalhando em conjunto, sem precisar aguardar e-mails ou ligações para fazer qualquer tipo de mudança ou melhoria.

Muitos negócios ainda vão além para alinhar sua equipe: criam redes sociais corporativas, cuja estratégia carrega também um aspecto motivacional, já que é uma solução mais informal e lúdica para integrar funcionários.

Quando o assunto é treinamento, o nível de inovação das ações precisa acompanhar o avanço nos sistemas de comunicação, a partir de iniciativas mais modernas. Muitas empresas criam capacitações gamificadas, para promover aprendizado de forma mais prazerosa.

Além disso, podemos citar os softwares de RH que integrem diferentes funções, o Google Drive, que substitui arquivos e planilhas físicas e permite que os documentos sejam acessados remotamente por qualquer membro da equipe (abrindo espaço para o nomadismo digital), as plataformas de anúncio de vagas e avaliações de perfis online que auxiliem no recrutamento e na seleção, dentre tantos outros recursos que possibilitam a transformação digital de maneira eficaz.

Gestão financeira

Mesmo com uma equipe talentosa e trabalhando de maneira produtiva, o departamento financeiro tem missões específicas que também precisam ser alcançadas pela transformação digital.

Lidar com números sem o auxílio da tecnologia é praticamente impossível quando pensamos na rotina de uma empresa, tenha ela o tamanho que tiver.

Mas, acredite, existem recursos muito mais evoluídos que calculadoras e planilhas do Excel.

Para guiar sua transformação nesse setor, conheça algumas ferramentas digitais para a gestão de finanças!

Ferramentas digitais para a gestão de finanças

Para precificar produtos e serviços, existe um software chamado Precifica. Após o cadastro de dados relativos ao negócio, o próprio sistema define valores mais competitivos, tendo em vista o segmento de atuação no mercado.

Além disso, controlar fluxo de caixa, gerar relatórios, emitir boletos e apontar recebimentos atrasados são funções que podem ser realizadas pelo Nibo com mais rapidez.

O financeiro não pode estar fora desse caminho, pois é o coração de qualquer negócio. Sem organização nesse setor, todos os processos acabam sendo prejudicados. Por isso, não negligencie esse departamento.

Estratégias digitais de marketing (e vendas)

Para finalizar esse pequeno panorama sobre a produtividade na transformação digital, vamos falar das estratégias de marketing.

Toda empresa quer transmitir uma imagem, alcançar seu público por meio de campanhas e impactar o mercado com seus produtos. Por isso, o Marketing e os planos voltados às vendas têm um papel decisivo para o sucesso de um negócio.

Ao associarmos a transformação digital a essas funções, temos o Marketing Digital, que utiliza a internet — e as mídias sociais — como principal canal de comunicação externa, criando imagem, linguagem e ações compatíveis com os objetivos da empresa.

Nesse sentido, desenvolver blogs corporativos, páginas em redes sociais e outros tipos de conteúdo (como vídeo e foto) tem sido práticas recorrentes de quem quer aumentar o alcance de seus produtos e se inserir, de uma vez por todas, no universo digital.

Os benefícios são muitos. Uma mesma campanha, por exemplo, pode ser lançada em diferentes redes com apenas um clique, e, assim, ser acessada por diferentes públicos ao mesmo tempo.

Mais do que isso, é possível conhecer as pessoas que querem seu produto, interpretando dados e tornando as ações mais assertivas. O cenário digital traz, para o mundo dos negócios, uma sincronicidade entre cliente e empresa nunca vista anteriormente.

O novo consumidor é onipresente, conhece as vantagens e desvantagens de cada alternativa e, portanto, é mais exigente.

Hoje, as corporações devem estar presentes no ambiente virtual para existirem para as novas gerações. Esse é o efeito do digital em marketing e vendas.

Diante do que foi dito ao longo desse conteúdo, afirmamos que o caminho da produtividade na transformação digital pode ser visto como um conjunto de ações setorizadas, no sentido de impactar cada um dos grandes pilares da empresa.

Ao mesmo tempo, elas devem ser integradas, para que haja uma mudança real na cultura interna, criando um modelo de negócio inovador.

Esse caminho tem inúmeras portas de entrada, o começo vai depender sempre das demandas específicas de cada organização.